Mitos e factos dos eléctricos!

BMW I8 – Muito à frente do seu tempo!

BMW I8

INTRODUÇÃO:

O BMW I8 é um carro híbrido Plug-in ( PHEV) desenvolvido pela divisão I da BMW tendo sido revelado na sua versão final, que aqui testamos, em 2013 no salão de Frankfurt. 

Começou a sua venda em 2014 com praticamente sem alterações face à versão apresentada no salão e com algumas diferenças do Concept  BMW Vision EfficientDynamics apresentado em 2011 também em Frankfurt.

Este não foi o primeiro BMW I vendido mas sim o BMW I3 em 2013.

Mais tarde apresentou-se na versão descapotável com inicio de vendas em 2018 aquando do facelift desta versão coupé

A sua produção cessou em Junho de 2020 com um total de 20.465 unidades produzidas:

  • 16.581 coupe
  • 3884 Roadster

Na altura em 2013 foi uma revolução na indústria automóvel pois tratava-se de um carro com pretensões e performances desportivas, uma estética irreverente e futurista, um conceito de ter uma célula totalmente em carbono ( algo só existente nos super carros) e a maior revolução era a utilização não de um grande motor mas sim de um “pequeno” 3 cilindros com 1500 cm3 de cilindrada coadjuvado com um motor elétrico 

Isso fez com que este carro de 1485Kg tivesse uma potência combinada de 362cv ( posteriormente 374cv). O baixo peso, o baixo centro de gravidade, um cx de 0,26, e a potencia por litro de 154 cv ( maior valor da BMW à data) fazia este carro ter as seguintes prestações:

  • 250 km/h velocidade máxima ( limitada eletronicamente)
  • 4,4 segundos dos 0-100km/h
  • 2,6 segundos na recuperação dos 80-120km/h
  • Consumos anunciados de 2,1l/100km mas reais a rondarem os 7l/100km ( valor muito aceitável para este tipo de carros e para esta categoria)

EXTERIOR:

O que dizer do exterior, é um carro ainda futurista e com a capacidade de virar cabeças durante as próximas décadas. Nao se sente a idade nem o peso do design. Isto não está ao alcance da maioria dos carros desportivos. 

Destacam-se Os Led traseiros e as luzes Lazer dianteiras (opcionais) sendo o primeiro BMW a ter esta tecnologia, os piscas “embutidos” nas abas laterais, os inúmeros difusores de ar para aumentar a aerodinâmica, o rim da BMW fechado e a entrada de ar no capot,

Parece ter sido desenhado num túnel de vento…

INTERIOR e TECNOLOGIA:

Deparamo-mos com dois visores em lcd, um central com o sistema multimédia, navegação, definições do veiculo e computador de bordo e o ecrã do condutor que muda de “cenário” consoante o Mode de condução escolhido e que nos mostra todas as informações relativas à condução.

Bancos mito envolventes e de tato agradável em pele perfurada e aquecidos ( condutor e passageiro) com múltiplas regulações elétricas.

Ar condicionado bi-zona, faróis automáticos, máximos automáticos, cruise control e assistente de pré-colisão

Sistema de som Harman Kardon

Apoio de braços dianteiro duplo

Camara 360 graus e sensores de estacionamento dianteiro e traseiro.

O já famoso joystick de controlo das funções do veiculo na consola central é sensível à escrita.

CONDUÇÃO:

Posição de condução muito baixa, junto ao solo, ergonómica e desportiva.

Não podemos dizer que curve como um Porsche 911 mas não compromete e tendo em conta os pneus que tem comporta-se muito bem e insere-se em curva de modo muito equilibrado. O ESP ajuda muitopouco mas está lá a monitorar os nossos excessos e actua quando necessário mas sem retirar o gozo à condução desportiva.

O fato de ter um motor elétrico dá-nos um torque quase imediato na arranque fazendo os 0-100KM/h em cerca de 4,4 segundos e permite não perder velocidade e fulgor nas passagens de caixa.

Duas versões:

  • de 2014 ate 2018 o coupe tinha um motor elétrico de 7,1KWh que debitava 131 cv e 37km de autonomia
  • de 2018 ate final da produção em 2020 passou a ter a versão roadster e coupe ambas com motor elétrico de 11,6KWh com 143 cv e 55 km de autonomia

Carregamento da bateria em cerca de 3,5 horas numa tomada convencional e cerca de 1,5 horas num carregador tipo 2.

Modos de condução:

  • SPORT o unico que permite mudar de velocidade engrenada manualmente ( na manete ou nas patinhas do volante). É o modo de maior eficiência combinada dos motores elétrico e de combustão, resposta mais célere do acelerador, suspensão ainda mais rígida. Também é neste modo que se recupera energia para as baterias ( através da energia cinética )
  • COMFORT Por defeito o que se usa quando se liga o carro. Neste modo há uma gestão mais eficiente energicamente de ambos os motores sem perdermos acesso às funcionalidades do veiculo.
  • ECO PRO Aqui optimizasse e da-se prioridade à eficiência energética e poupança de combustível. A travagem regenerativa está mais aumentada, Diminuição da ventilação do ar condicionado e do aquecimento dos bancos e espelhos para poupar o máximo. Claro tudo isto sem comprometer de modo algum a segurança.
  • E-DRIVE modo totalmente elétrico. Neste modo só funciona o motor elétrico ate velocidade máxima de 120 KM/h e com resposta muito tardia do acelerador. Não gostamos deste modo! Para além disso está muito limitado pela baixa autonomia da bateria.

Creio que este carro será para ser conduzido em SPORT e em COMFORT ( mas mais em Sport)

CONCLUSÕES:

Vanguardista em 2013, continua-o a ser pelo menos na estética exterior.

Como envelheceu muito bem presumo que possa vir a ser um futuro clássico.

Com preços em novo a rondar os 130.000€ e com as unidades iniciais verem já a sua cotação de usado a aumentar ( depois de uma queda a pique no valor do carro por desconfiança na tecnologia e por problemas que  afectaram no inicio), parece-nos a altura ideal para adquirir um pois tendencialmente o preço será para subir com o passar dos anos.

Ficamos ansiosamente à espera que a BMW Portugal nos disponibiliza o novo IX, IX3 e I4 para vermos se este legado do I8 ( e também do I3) está bem entregue. 

Tardou mas os modelos I da BMW finalmente chegaram para conquistar!

AGRADECIMENTOS:

  • Mais uma vez ao Aerodromo Municipal de Viseu
  • Ao dono do carro que nos pediu anonimato

O nosso muito obrigado. Sem estas contribuições e sem as pessoas que subscrevem, este canal não passaria do projecto

Vídeos que pode gostar!

Nesta secção apresentamos alguns vídeos com as vantagens ( e também as desvantagens) dos veículos eléctricos

Tesla M.C.U. 1 Versus M.C.U. 2

O MCU do Tesla é basicamente o computador do carro, o cérebro! As siglas significam “Media Control Unit”

Este carro é de fabrico anterior a Março de 2018 e todos os Model S e Model X anteriores a essa data têm o MCU 1. Até há bem pouco tempo não era possível fazer o upgrade para o MCU 2. A única coisa que podíamos fazer era expandir a memória interna do computador para que ele se tornasse menos lento. Esta lentidão resulta dos muitos dados que o computador armazena e gere.

Hoje em dia temos duas hipóteses:
Aumentar a memória do MCU 1. Com isto o computador torna-se mais rápido mas as funções são exactamente as mesmas. Isto é um procedimento sem custos pois a Tesla assume os mesmos. Inclusivamente a Tesla chamou os carros que tinham este problema para que pudesse, sem custos, ser solucionado.
Fazer o Upgrade para o MCU 2. Aqui para além da maior rapidez temos todo um computador novo com mais funcionalidades. Como sempre existiram nos model 3 e Y. Estes modelos nunca tiveram MCU1. Esta opção tem custos que variam consoante a versão de Hardware do Autopilot. Nos modelos com AP1 custa cerca de 1500€, nos modelos com AP2 ou superior este upgrade cifra-se nos 2000€, aproximadamente!

Ver mais »
BMW I3 REX

BMW i3 REX – Análise

O BMW I3 está em produção desde 2013. Saiu muito à frente do seu tempo e era um veiculo caro na altura e no video explicamos o porquê!
Continua a ser um dos citadinos mais versáteis, económicos e espaçosos, e agora com preços de usado bem apetecíveis
Esta versão com extensor de autonomia torna-o ainda mais interessante.

Ver mais »

Tem dúvidas?

Estamos prontos a responder às suas questões sobre a mobilidade eléctrica. Tentaremos ser breves na resposta.

Não hesite em nos pôr à prova!…

Faça as suas contas!

Irá descarregar um ficheiro em formato Excel.
Veja aqui as instruções de utilização.

Formato Excel

Formato Numbers